O que você procura?

Publicado em 15/01/2018 17h48

Fernando Haddad é indiciado pela Polícia Federal por caixa 2 em campanha

LAVA JATO

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad foi indiciado pela Polícia Federal por caixa 2 na campanha eleitoral de 2012. Outras seis pessoas também foram indiciadas pelo crime: o ex-tesoureiro de campanha do PT João Vaccari Neto, o coordenador da campanha de Haddad à Prefeitura de São Paulo, Chico Macena e o ex-deputado pelo PT Francisco Carlos de Souza.

Além deles, três pessoas ligadas a uma gráfica que prestou serviços para a campanha eleitoral da Haddad, em 2012. O inquérito vai ser encaminhado ao juiz eleitoral e vai coloca o processo à disposição das partes. Depois disso, o promotor do caso,  Luiz Henrique Dal Toz, vai decidir se mantém a denúncia por meio de uma acusação formal, se pede o arquivamento da ação ou se solicita novos elementos para a denúncia.

Esse inquérito é um desdobramento da Operação Lava Jato. A investigação começou após o Supremo Tribunal Federal (STF) homologar a delação premiada do empresário Ricardo Pessoa, sócio da  da empreiteira UTC, um dos envolvidos no escândalo de corrupção da Petrobras.

Pessoa contou do esquema de caixa 2, e relatou que foi procurado por João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, que pediu ao empresário que pagasse uma despesa com uma gráfica, no valor de R$ 3 milhões. Depois, a PF teve a certeza que o dono da empresa, apelidado de Chicão, era o ex-deputado estadual pelo PT Francisco Carlos de Souza.

Autoria: Correio da Bahia

  • Link:

Comente essa notícia

Alternative content



Publicidade
Copyright 2021 © www.camacaritem.com.br - Todos os direitos reservados
jornalismo@camacaritem.com.br • Tel/WhatsApp: (71) 99222-2110
Desenvolvimento: Tecnosites