O que você procura?

Publicado em 05/03/2018 19h09

Jovem de 17 anos morre após ser espancado em saída de 'festa paredão'

VIOLÊNCIA

O estudante Erick Ricardo Lopes Carvalho, 17 anos, morreu após ser espancado por um grupo de homens, na madrugada deste domingo (4), na localidade do Alto do Peru, na Fazenda Grande do Retiro, em Salvador. De acordo com a família, a vítima havia saído com amigos para ir a uma festa onde acontece disputa de som automotivo, conhecida como paredão. Já na volta para casa, Erick foi abordado pelos agressores.

Socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), o jovem morreu às 10h do domingo, quase dez horas depois de dar entrada na unidade de saúde.  Pai de do estudante, o percussionista Ricardo Carvalho esteve no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR) para liberar o corpo do filho, na manhã desta segunda-feira (5), mas se limitou a dizer que não tinha condições de conversar com a reportagem. Erick era o filho mais velho do pai e da mãe - que têm filhos de outros relacionamentos.

Conforme boletim de ocorrência do HGE, ele deu entrada na unidade de saúde às 1h26, socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), já em estado grave. Parentes do adolescente relataram aos policiais no HGE que um homem de prenome Sidney, também conhecido como Branco, participou do ataque contra Erick. Ainda conforme a ocorrência, não há maiores detalhes sobre a autoria e motivação do homicídio.

Sem se identificar, uma amiga da família contou ao CORREIO que o estudante foi morto após gangues de ruas rivais da Fazenda Grande do Retiro se encontrarem. Erick estava acompanhado dos amigos, voltando para casa, segundo informou a mulher.

    "Ele não deveria ir para essa festa, porque todos sabem da rixa entre uma rua e outra. Moradores de uma [rua] não podem ir na outra, mesmo que não tenham envolvimento direto", disse a fonte ao CORREIO.

O jovem e a família são moradores da Capelinha de São Caetano, bairro vizinho.

Por meio de sua assessoria, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que a morte do estudante foi consequência de briga entre facções pelo controle do tráfico de drogas no local. A SSP disse, ainda, que a Polícia Civil investiga, no entanto, se a vítima tem ligações com o tráfico de drogas.

O corpo de Erick vai ser sepultado nesta segunda-feira (5), às 14h, no Cemitério Quintas dos Lázaros. O caso está sob a investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Autoria: Correio da Bahia

  • Link:

Comente essa notícia

Alternative content



Publicidade
Copyright 2021 © www.camacaritem.com.br - Todos os direitos reservados
jornalismo@camacaritem.com.br • Tel/WhatsApp: (71) 99222-2110
Desenvolvimento: Tecnosites